A decisão já era esperada e acontece em virtude da impossibilidade de o evento não poder ser realizado na Ucrânia devido ao conflito atual na região com a Rússia.