César Mourão “Talvez Não Seja Nada”

Com uma carreira consolidada na área do entretenimento, o artista prepara-se agora para lançar o seu primeiro álbum de originais.

O segundo tema, “Talvez Não Seja Nada”, foi apresentado no passado mês de Fevereiro e promete ser mais um êxito a somar ao vasto leque de César Mourão. É uma canção cativante e divertida, que relata pequenas chatices do dia-a-dia, como a torrada cair sempre com a manteiga para baixo, ficar sem bateria no telefone a meio do dia ou o carro entrar na reserva num dia de chuva.

Sobre este tema, César Mourão conta-nos que «foi escrito num dia de chuva, em que cheguei ao escritório e a Rosa, que trabalha comigo na Aquele Abraço, estava diferente. Perguntei-lhe o que se passava e ela não teve resposta. Passados uns minutos, vem ter comigo e diz: “Já sei o que é, é deste tempo, quando está assim de chuva, fico assim mais murcha”. Peguei na guitarra, sentei-me e escrevi a música que originou este single.»

A letra e música de “Talvez não seja nada” são de César Mourão e o baixo de Miguel Araújo. Foi gravada e misturada por João Bessa no estúdio Miramar Studios e por Serafim Borges no Groove Wood Studio. A masterização ficou a cargo de João Bessa e a produção e arranjo de Guilha Marinho.

O concerto conta com a direção musical de Guilha Marinho (guitarra) e com Jaume Pradas (bateria), Nuno Oliveira (baixo), Diogo Duque (trompete) e João Rato (piano).

Rádio Arena

[instagram-feed feed=2]