Carolina de Deus “Seria Estúpido Ligar-te”

2022 foi com certeza um dos anos mais especiais na vida de Carolina de Deus. Este foi o ano em que lançou os seus primeiros singles e todos eles de sucesso. “Talvez” é  uma das canções mais ouvidas do ano nas rádios nacionais e “Querido Futuro Namorado” foi também uma canção que não passou obviamente despercebida. Pelo meio aconteceram algumas colaborações ao vivo com outros artistas e ainda a participação num tema recente de João Só.

Agora, com o ano a terminar, disponibiliza mais um single e vídeo. Desta vez a escolha recaiu “Seria Estúpido Ligar-te”. “Seria Estúpido Ligar-te”, tem letra de Bárbara Tinoco e música igualmente sua, ao lado de Tyoz e Feodor Bivol

“Gosto de me aprofundar nas letras, de explorar histórias que abordam o coração e com as quais sinto que todos os portugueses se podem identificar. O amor, um tema que nos é tão próximo, mas que por vezes nos pode fazer deitar tantas lágrimas. Uma necessidade humana, difícil de compreender, mas com a qual não sabemos viver. Quantos de nós não tiveram já vontade de voltar a ligar?”, explica em comunicado Carolina de Deus sobre esta canção.

Letra de Seria Estúpido Ligar-te

Seria estúpido ligar-te
Mas tu sempre soubeste acalmar-me
E mesmo assim
Mesmo assim
Seria estúpido confessar-te
Somos só amigos a falar de saudade
Não é bem assim

Nunca vamos ser só amigos
Falar de coisas banais
Fingir que somos dois estranhos
Que um dia se amaram demais
Vamos ser um do outro
Metades de um todo
Que pedem sempre mais

Os amantes nunca se despedem
Abraçam outros corpos e repetem
E mesmo assim
Mesmo assim
Não aprendem nunca a lição
Acabamos sempre no mesmo colchão
E mesmo assim

Nunca vamos ser só amigos
Falar de coisas banais
Fingir que somos dois estranhos
Que um dia se amaram demais
Vamos ser um do outro
Metades de um todo
Que pedem sempre mais

Mais estúpido seria
Não deixar em verso
Que ainda te amo
Mais estúpido seria
Calar-me agora
Quando eu te quero tanto
Mas nós…

Nunca vamos ser só amigos
Falar de coisas banais
Fingir que somos dois estranhos
Que um dia se amaram demais
Vamos ser um do outro
Metades de um todo
Que pedem sempre mais

Vamos ser um do outro
Metades de um todo
Que pedem sempre mais

Vamos ser um do outro
Metades de um todo
Que pedem sempre mais

Rádio Arena

[instagram-feed feed=2]